ensaio não destrutivo de tubos BH Archives | BC END - Ensaios Não Destrutivos

ensaio não destrutivo de tubos BH

O sistema interno de inspeção rotativa (IRIS) é um método ultrassônico para o teste não destrutivo de tubos. A sonda IRIS é inserida em um tubo que é inundado com água, e a sonda é retirada lentamente conforme os dados são exibidos e gravados. O feixe ultrassônico permite a detecção de perda de metal tanto interna quanto externa da parede do tubo.


Ouça na íntegra o post: IRIS: Sistema interno de inspeção rotativa


 

 

Inspeção Ultrassônica IRIS - Sistema interno de inspeção rotativa

 

A sonda IRIS consiste de um espelho rotativo que direciona o feixe ultrassônico para a parede do tubo. O espelho é acionado por uma pequena turbina que é girada pela pressão da água sendo bombeada. Conforme a sonda é puxada, o movimento giratório do espelho resulta em um percurso de varredura helicoidal.

O sistema é configurado para garantir que o pulso ultrassônico se origine exatamente no centro do tubo. Um pulso originado fora do centro mostrará uma imagem distorcida do tubo devido à diferença no trajeto do som para cada ponto da parede do tubo. Por essa razão, existem dispositivos de centralização que ajudam o operador a manter a turbina na posição central do tudo por todo o tempo.

Inspeção Ultrassônica - IRIS Sistema interno de inspeção rotativa

O transdutor utilizado para a inspeção é de alta frequência, o suficiente para se refletir tanto a parede interna quanto a parede externa do tubo. O intervalo de frequência normalmente usada varia de 10 a 25 MHz.

O que será encontrado no Ensaio Não Destrutivo IRIS?

Será encontrado corrosão/erosão interna ou externa, tanto localizada como generalizada. Não é indicado para detecção de furos passantes ou trincas.

Inspeção Ultrassônica - IRIS Sistema interno de inspeção rotativa

 

Inspeção Ultrassônica - IRIS Sistema interno de inspeção rotativa

Onde é utilizado Ensaio Não Destrutivo IRIS?

Provado em campo e comumente utilizado em tubos de caldeiras e trocadores de calor. A sonda IRIS deve ser movida muito lentamente (aproximadamente 1 polegada por segundo ou 2,5 cm/s), mas produz resultados muito precisos (medições de espessura de parede geralmente com precisão de 0,005 polegada ou 0,13 mm).

Inspeção Ultrassônica - IRIS Sistema interno de inspeção rotativa
Ensaio IRIS em trocador de calor

Antes do exame, os tubos devem ser limpos internamente com hidrojateamento. Um suprimento de água limpa é necessário, normalmente a uma pressão de 60 psi ou 0,4 MPa. Sujeira ou detritos na água podem causar a obstrução da turbina.

Funciona para diâmetros de tubo a partir de ½ polegada (13 mm). Dispositivos centralizadores especiais são necessários para diâmetros maiores. Trabalha em tubos de metal ou plástico e opera em temperaturas acima de zero.

16/10/2018
Inspeção Ultrassônica IRIS - Sistema interno de inspeção rotativa

IRIS: Sistema interno de inspeção rotativa

O sistema interno de inspeção rotativa (IRIS) é um método ultrassônico para o teste não destrutivo de tubos. A sonda IRIS é inserida em um tubo […]